Jair Bolsonaro e a Justiça do Trabalho

Jair Bolsonaro e a Justiça do Trabalho

Após assumir a presidência da República, Jair Bolsonaro afirmou, em sua primeira entrevista, quanto à extinção da Justiça do Trabalho:

Isso daí a gente poderia até fazer, isso está sendo estudado. E, havendo clima, nós podemos discutir essa proposta e mandar pra frente. Nós queremos.

Será que ele pode, realmente, fazer isso?

Continue lendo para entender.

Ler mais

E se o presidente eleito, Jair Bolsonaro, morrer

E se o presidente eleito, Jair Bolsonaro, morrer

Em 2018 tivemos eleições no Brasil, inclusive para presidente.

Independente de opiniões pessoais: o presidente eleito, Jair Bolsonaro, encontra-se enfermo. Afinal, uma pessoa que goze de plena saúde não ampara suas fezes em uma bolsa externa acoplada ao corpo.

Sabemos que o fim da vida chega para todas as pessoas – enfermas ou não.

Você sabe o que acontece se o presidente eleito (já diplomado) morrer antes da posse? E se ele tomar posse do cargo e logo depois morrer?

Continue lendo para saber exatamente o que pode acontecer!

Ler mais

Aborto e o STF: houve descriminalização do aborto até o terceiro mês de gestação?

Aborto e o STF: houve descriminalização do aborto até o terceiro mês de gestação?

Há poucos dias uma decisão o aborto e o STF encheram a internet.

Tivemos matérias com todo tipo de títulos:

Turma do STF decide que aborto nos três primeiros meses de gravidez não é crime

Aborto nos três primeiros meses de gestação não é crime, decide STF

STF abre caminho para descriminalizar aborto até 3 meses

Vamos tentar entender o que, realmente, o Supremo disse sobre aborto?

Ler mais

Crise hídrica: Meu vizinho pode ter água e eu não?

Crise hídrica: Meu vizinho pode ter água e eu não?

Em 2015, estávamos no auge da crise hídrica em São Paulo.

Ainda assim, o Judiciário reconheceu o direito de um morador não ter o fornecimento de água interrompido em sua residência.

Foi o advogado Marco Antonio Silva, morador da Vila Medeiros, bairro da zona norte de São Paulo, conseguiu na justiça .

Isso porque a SABESP não havia decretado oficialmente o chamado “racionamento coletivo” (Ver Mais).

Ler mais